Segunda-Feira, 11 de dezembro de 2017 Nossa história      

História

Historia



            O município de Itaueira teve origem numa área conhecida como Maria das Virgens, onde foi instalada uma fazenda para a criação de bovinos, de propriedade de Antônio Caú, que se denominou Piripiri ou Piripiri dos Caús. Após a morte do proprietário, os herdeiros venderam as terras, ficando a maior área com Joaquim Gonçalves, que veio com sua numerosa família de Assaré (Ceará). A localidade progrediu principalmente por descobrirem a fertilidade de seus solos para o cultivo do milho. A comercialização do produto atraiu novos moradores para as proximidades e foi então construída a capela de Bom Jesus da Lapa, padroeiro da cidade, tradição esta não esquecida pela população, pois no período de 28/07 a 06/08 a cidade comemora o festejo do Bom Jesus da Lapa atraindo pessoas de cidades vizinhas, sendo considerado o maior festejo da região.

            Outro evento que se destaca em nosso município é o festival de festas juninas que ocorre no mês de junho. Por ser o maior produtor de milho do estado, contámos também com o festival do milho, festa essa na qual é escolhida uma rainha para representar o município.

             Itaueira foi elevada à categoria de município no ano de 1952, quando seu território foi desmembrado do município de Floriano (Piauí). A denominação Itaueira deve-se ao rio que banha seu território. O distrito e o município foram criados pela Lei Estadual de nº 743 datada de 29 de outubro de 1952.

             Situa-se na Mesorregião do Sul Piauiense e na Microrregião de Floriano (Piauí). Tem uma área total de 3.112 Km² e limita-se ao:

Norte – com Jerumenha e Floriano;

Sul – com Eliseu Martins, Rio Grande do Piauí e Flores do Piauí;

Leste – com Floriano e Flores do Piauí;

Oeste – com Jerumenha e Canavieira.

            Está localizada a 344 km de distância da capital (Teresina). O acesso à cidade se dá através da rodovia estadual PI - 140. Situada numa área conhecida como chapadas e chapadões do meio norte, o relevo é modelado em rochas sedimentares, apresentando topografia plana e dessecado por rios e vales amplos com encostas íngremes.

             A rede hidrográfica pertence á bacia do Parnaíba, constituída principalmente pelos rios Uica, Itaueira e Salinas. O clima é do tipo tropical megatérmico e semiárido. Possui uma cobertura vegetal representada por uma formação não florestal, arbóreo-arbustiva, que recobre os chapadões. Em algumas áreas ocorrem carnaubais, cerradão e a caatinga. Seus solos são bem desenvolvidos, profundos, acentuadamente drenados, ácidos, bastante porosos e de baixa fertilidade natural.

               O município de tem sua economia voltada principalmente para agricultura, a pecuária e o comércio, apresentando também, em menor escala, outras atividades econômicas como, piscicultura, apicultura, avicultura e extrativismo. A agricultura praticada no município é baseada na produção sazonal de milho, arroz, feijão, mandioca e banana. Na Pecuária se destaca a criação de bovino, suíno, caprino e ovino. A agropecuária representa cerca de 31,37% da economia do município. Comércio/serviços representam 58,27% da economia local.  

           E sobre os aspectos políticos, o primeiro prefeito eleito por meio do voto direto foi o Sr. Leto Leitão Ferreira, dando inicio a formação de Itaueira. Atualmente a cidade é administrada pelo prefeito eleito Sr. Quirino de Alencar Avelino e o vice-prefeito o Sr. Patrice Teixeira leitão